Ferrari quer fazer supercarro econômico

Fábrica italiana quer reduzir em 40% consumo de combustível dos carros.
Engenheiros estudam como fazer isso sem perder desempenho do motor.

A Ferrari pretende produzir, até 2012, seus novos modelos com economia de até 40% de combustível. A decisão é uma resposta à crescente pressão da Comissão Européia sobre as montadoras para reduzir as emissões de dióxido de carbono. O gerente geral da montadora italiana, Amedeo Felisa, disse que a Ferrari já tinha o objetivo de reduzir as emissões até a data estabelecida. “Temos que enfrentar o desafio de reduzir o consumo, mas não afetar o desempenho do carro”, disse Felisa, em Frankfurt. “Caso contrário, vamos perder nossa posição no mercado e nós não queremos isso”, afirmou o gerente geral. Felisa disse que os engenheiros da Ferrari estão estudando todas as soluções para o motor ter um bom desempenho usando outros tipos de combustíveis. “A resposta tem que ser eficiente”, disse ele. Em um evento na sede da empresa, em Maranello, no último verão, a Ferrari apresentou o Millechili. O carro, com conceito de ser leve, pesa menos de 1000 kg, podendo ter uma boa economia devido ao seu peso.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *