Atleta paraolímpico, com pernas amputadas, ganha direito de competir nas Olimpíadas

MADRI – O atleta sul-africano Oscar Pistorius, que corre com próteses de fibra de carbono islandesas nas pernas, conseguiu nesta sexta-feira, em decisão do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), autorização para tentar disputar as Olimpíadas de Pequim. Velocista dos 100m, 200m e 400m, ele agora precisa atingir o índice olímpico. Ou ser escalado para o revezamento 4×400, independente de seu tempo.

O anúncio da autorização foi feito pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF), que, no entanto, considera que as próteses lhe dão vantagem sobre os rivais.

Oscar será bem-vindo onde competir. É um homem admirável e esperamos nos assombrar com seus êxitos no futuro


A luta de Pistorius no tribunal começou quando a IAAF lhe negou o direito de participar das Olimpíadas. Amputado das duas pernas, o atleta reivindicava o direito de competir entre não amputados. A federação não permitiu, alegando que as próteses lhe dariam clara vantagem competitiva. Pistorius, de 21 anos, apelou, então, em 13 de fevereiro, ao TAS.

Veja ele em ação contra atletas normais!! Deixe seu depoimento se vc é a favor ou contra!

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *