É tem pensar muito hoje se vale a pena ser linda e gostosa e por a vida em risco!!!!!

Muitas pessoas passam a vida toda tentando emagrecer e ter um ‘corpo perfeito’, mas não conseguem. E, dessa forma, optam por procedimentos cirúrgicos e estéticos, como a lipoaspiração, que tem um grau de periculosidade elevado podendo levar até à morte. Só em 2015, 900 mil cirurgias estéticas foram feitos no Brasil.

De acordo com o cirurgião plástico Luis Henrique Ishida, em entrevista ao programa Bem Estar, as mortes por lipoaspiração são as mais comuns entre todos os procedimentos dessa natureza. Ele ainda lembra que essa cirurgia tem apenas o objetivo estético, com função de modelar o corpo, sem fins benéficos à saúde. O médico ainda precisa associar o volume de gordura que será retirado do paciente à segurança do mesmo.

Divulgação

Falta de qualificação do especialista é um dos fatores que mais causam mortes neste setor. Para uma boa qualificação do profissional é preciso que ele tenha passado por 5 anos de residência médica, 2 anos em cirurgia geral e 3 em cirurgia plástica.

Qualquer paciente pode acessar o site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e verificar se o nome do profissional está cadastrado.

Comentários

comentários